Gerência de produto a serviço do social humano

A visão de marketing brasileiro que criamos na Isto é Brasil Marketing & Comunicação propõe além de comunicações regionalizadas, que usemos os produtos/serviços a favor do desenvolvimento social do país.
Nosso modelo parte do princípio da análise da formação econômica e cultural das regiões brasileiras, a partir daí, observar os erros, problemas e deficiências do passado, e corrigir os resquícios ou problemas no presente e futuro com produtos/serviços através do marketing.
Por exemplo: Na região sertaneja nordestina, o genótipo humano foi criado sob a forma da ossatura grande, pele chupada e cabeça enterrada sobre os ombros devido a dieta fraca na região e cruzamento com a tribo indígena tapuia local. Pelo motivo da seca, a alimentação ficou empobrecida de vitaminas e minerais afetando o povo da região. Além disso, esta deficiência nutricional contribui para diversos surgimentos de doenças como a anemia.

Produtos enriquecidos com ferro e vitamina B12 ajudam a combater o desenvolvimento destas doenças, melhoram o quadro humano e ajudam na diminuição de gastos públicos com saúde.

Neste ano Philip Kotler lançou o livro “Marketing contra a pobreza”. O livro é uma reflexão e resposta ao indiano C.K Prahalad autor do livro “A riqueza da base da pirâmide – Como erradicar a pobreza com o lucro”.
Prahalad nos mostra a porcentagem que existe no mundo na linha da pobreza e emergência social e como atender suas necessidades como consumidores.
Em minha opinião, o autor foi infeliz com o título do livro e com a visão 100% capitalista sobre a situação. Sobre esta ótica ele cria uma oportunidade de negócio mas ao mesmo tempo sem justiça social. O pobre cada vez mais pobre e o rico cada vez mais rico.
Kotler já diz no seu livro que precisamos ajudar O MUNDO através do marketing, ou seja, criar estratégias e soluções para combater a pobreza no seu âmbito local.

Esta visão testifica nosso conceito! Utilizar o marketing como uma ferramenta social capaz de trazer benefícios, soluções, inclusões, preservação do meio ambiente e acima de tudo função social.

Na minha visão os gerentes de produto do século XXI devem ter sua visão voltada para benefícios de desenvolvimento social e econômico.
Olhar de modo orgânico para o objetivo empresarial, os objetivos e tendências de mercado e cruzar com as metas e desafios do país e regiões.

Para chegar neste ponto, precisam tirar a visão 90º graus de apenas consumidores e shoppers e olhar 360º com política, país, sociologia, economia e antropologia e com sensibilidade para o povo.

Maurílio Santos Jr

Compartilhe