Monthly Archives janeiro 2011

Carpem Diem

Quando decidi começar a escrever um artigo toda sexta-feira foi por um único motivo, pelo “desejo de viver”.
Nunca passou pela minha cabeça ser um escritor ou tampouco conselheiro, mas a motivação que tenho em fazer isto é “Aproveitar o dia”.

Isso é o significado de Carpem Diem, não deixar que a chama da vida e dos sonhos se apaguem.
Alguns elogiam, comentam, criticam e outros cancelam. Fico agradecido aqueles que “perdem ou talvez ganham” lendo-os.

Mas qual seria o significado de aproveitar o dia? Seria sair por aí fazendo tudo sem medir as conseqüências? Não.
Aproveitar o dia exige que tornemos nossa vida uma “coisa” extraordinária.
Uma coisa extraordinária é viver sem pensar no que os outros vão achar, pois quem vive para os outros, vive como um morto...

Read More

Me escuta. Sou um ser humano.

Esta semana escutei um desabafo de uma amiga que me comoveu.
- “Eu gostaria de mudar de vida! Mas não consigo. Gostaria de fazer algum curso, mas em que hora? O trabalho só me consome! Estaria mais feliz em outra área ou talvez em outro lugar.”

Estas palavras com gosto de fel representam o ser humano.
Antes de ser um profissional, poliglota, gestor(a) ou doutor(a) somos seres humanos que choram, sentem, sofrem, sonham, riem e que amam.

Segundo a tese de Marx, a maior deficiência do capitalismo é enxergar o ser humano como uma mercadoria. Você contrata, faz produzir e se não servir troca.

Há algum tempo venho batendo na tecla, Consumidores Não. Pessoas!
Esta reflexão serve também para “Funcionários Não, Pessoas”...

Read More

REAGE, POVO BRASILEIRO!


Estudos científicos e depoimentos de pessoas que estiveram em “COMA” relatam que ao entrar neste estado você se depara com um túnel comprido e uma luz longínqua. Talvez seja a luta entre a vida e a morte, e você precisa escolher e tomar uma decisão. Neste momento você traz a tona seu passado, comportamento e seu legado na Terra. Diante desta situação os que optam ou de fato precisam voltar a viver, reagem e vêem ao mundo com outra sensibilidade de viver.
Assim também são com aqueles que ao parar o coração, necessitam de um choque para reanimar e reagir para o estado normal.

Já faz um tempo que entramos em COMA, e o pulso ainda pulsa.

A doença que nos levou a este estado de choque se chama “Eu não tenho nada a ver com isso”.
Já faz 20 dias que se chove sem parar e...

Read More

Levanta da cadeira, seu Fanfarrão!

Darcy Ribeiro uma vez disse: “Intelectuais não prestam. Só prestam para escrever livros, só falam e nada fazem… Na Inglaterra o intelectual pode fazer palavra cruzada. Ou na Suíça. Mas aqui, não! Nós aqui estamos urgidos.”

Este depoimento indignado do Professor e Político Brasileiro Darcy Ribeiro trás à tona aquelas pessoas que só falam, criticam mas não agem, apenas discursam e não empreendem suas ideias. Adoram colecionar títulos de graduação, mas não colocam em prática nada das teorias e lições. E também da nossa sociedade ainda conservadora do terno, da gravata e do falar difícil.

Em 2006 eu Presidia o Diretório Acadêmico da Universidade e recebemos um palestrante que abriu sua palestra na Semana da Administração dizendo: – “Os maiores idiotas que conheci p...

Read More