A Estratégia Regional do Marketing Brasileiro

Há mais ou menos 3 anos venho propondo a universidade o estímulo a discussão e formação de um conceito de marketing brasileiro a partir da nossa formação social, econômica e cultural realizado pelas nossas próprias potências que ainda não foram totalmente descobertas. Também as empresas um pensamento estratégico integrado com as prioridades e estratégias do Brasil (governo), assim com produtos e governança corporativa de modo a se pensar no desenvolvimento, na liberdade e na preservação das raízes brasileiras.
Até um tempo atrás existia uma única tese de que a economia brasileira foi formada pelo latifúndio exportador e assim se sucedeu uma sociedade da Casa Grande e Senzala.
De acordo com o Sociólogo e Cientista Político Dr. Jorge Caldeira o Brasil foi alavancado pelo empreendedorismo que regia o mercado interno e crescia mais que Portugal. Comerciantes, artesãos, profissionais liberais, autônomos e etc… Esta tese de confronto se dá com estatísticas e análises econômicas já que os livros antigos não tinham os recursos necessários e técnicas avançadas de estatísticas para comprovar este empirismo.
A partir desta tese, de fato testifica o “jeito brasileiro” de sobreviver que criou diversas formações econômicas e conseqüentemente sociais dentro das regiões e estados brasileiros.

A estratégia regional não é apenas se figurar na cultura local da região a serviço de uma identificação de hábitos e costumes com o “consumidor” local e comunicar desse modo.
Mas a estratégia aqui proposta se baseia nos seguintes pontos:

a) Releitura do passado – Quais resquícios ainda não resolvidos do passado se mantêm na região e a partir delas quais os reflexos e resultados para as pessoas no presente?
b) Formação econômica política – Relação terra ,trabalho,capital e qual pensamento político está estabelecido na região?
c) Formação Social – Que sociedade é essa? Por quê? Como se derivou?
d) Cultura Local – Que experiência humana, sensitiva e conhecimento intelectual habita nesse povo? Quais suas crenças?

A esta miscelânea e pensamento coloca-se o ser humano como centro do valor e o seu meio como objeto de melhoria e preservação.
Assim você consegue ajudar as pessoas e o Brasil. Construção de uma sociedade sustentável.

Lembro de uma frase do candidato do PSOL a Presidência da República Plínio de Arruda Sampaio, na qual tive o prazer de conversar e discutir um pouco de Brasil, dizendo sobre a ausência da candidata eleita Dilma Rousseff em um determinado debate:
- Olha aí, pode filmar. Não veio porque não é do ramo. Política não é apenas apresentação de dados estatísticos, é mais do que isso!
Significa sensibilidade, saber olhar e sentir o outro!

Esta declaração cai como uma bomba afinal, quantos definem suas estratégias apenas da sala do escritório e auxílio de livros sem sentir e conhecer o outro e o meio? Acho que muitos. Quantos tem sensibilidade, esta é a chave para a chama da criatividade, para traçar uma estratégia capaz de mudar, inovar e estimular o meio e as pessoas ?
Falar da fome sem ter passado é outra história.

O sucesso das conquistas e expansões territoriais de Alexandre O Grande se deu em grande parte por cada cidade que ele conquistou, a preservação da cultura local e o aprendizado com cada uma delas ao ponto de integrar com o seu governo.

Hoje a única preservação de manifestação cultural é o carnaval no Brasil.
As agências de publicidade esquecem-se do Poconé, Saci Pererê, Catira e demais manifestações dentro deste celeiro cultural que se formou no Brasil.
Eu proponho um pacto empresarial as empresas que não tenham vergonha em comunicar, resgatar e viver a manifestação cultural brasileira, afinal, a Copa do Mundo 2014 e Olímpiadas 2016 está chegando e aonde está o Brasil de verdade nesta história ? Na gaveta por enquanto!

Chegou a hora de assumirmos esta pátria gigante pela própria natureza. Quem concordar pode contatar a Isto é Brasil Marketing & Comunicação www.istoebr.com.br

Maurílio Santos Jr

Compartilhe