A democracia sem fronteiras.O poder das redes sociais

O Mundo Islâmico vive hoje uma guerra civil terrível fruto do cansaço dos regimes totalitários que governam países como (Líbia, Iêmen, Marrocos, Egito, Tunísia) por décadas, e estes vivem em petição de miséria, desemprego, falta de perspectivas e o principal, a falta de liberdade.

Mas a grande ferramenta mobilizadora dessa revolta que foi capaz de chegar ao conhecimento do mundo, mesmo o que fora proibido pelos governos, foi e está sendo a Internet.

As marchas virtuais pela democracia no Egito via Facebook reuniram mais de 5 milhões de pessoas neste evento que unia o mundo em ajuda aos egípcios.

Vídeos no Youtube denunciam as barbaridades que os governos tentam esconder da imprensa e do mundo. Blogs relatam histórias sangrentas e atualizam-se uns aos outros.

O twitter em tempo real alerta e distribui links com notícias. Flickr´s fotos…
Enfim, chegamos em um momento diferente onde não existem mais fronteiras para as ideias, pensamentos, países, informações e pessoas. A democracia veio pra ficar de vez.

Esse fenômeno das redes sociais está mudando até o contexto profissional, ora, muitas empresas já estão migrando seus sites para facebooks, pois estarão próximos de seus consumidores e admiradores.
Empresas de RH e profissionais se comunicam direto com profissionais de interesse via Linkedin eliminando burocracias e agências de emprego, ou seja, caminha-se a Era Digital.
Músicas e CD´s estão disponíveis para baixar.
Antes jovens usavam mensagens de texto de celular para paquerar agora é MSN e Skype.
Romantismo virtual.

E educação então? Acabou conhecimento comprado e de freqüência obrigatória nos bancos escolares. Além do conhecimento compartilhado na Rede a qualquer hora, minuto e de forma gratuita já existem cursos virtuais com professores online.

Webconferências tem agilizado as atividades e eliminado custos. Novas formas de reuniões.

Celulares conectados com Internet e Redes, funcionam como um escritório itinerante virtual para muitas pessoas.

Feudalismo, Monarquia, Capitalismo, Socialismo, Comunismo, Anarquismo….INTERNET, REDES SOCIAIS.

Mudou e pra melhor.
Em dezembro de 2010 no VI Congresso Paulista de Jovens Empreendedores da FIESP o Presidente do Banco Santander Fábio Barbosa disse a seguinte frase:
“ Eu acredito que o mundo está mudando pra melhor. Talvez nossa geração não deixe um mundo melhor, mas deixará filhos melhores para o mundo.”

Esse sentimento refere-se que a geração Y não aceita mais aquele mundo testado, agressivo, competitivo, dominador e sugador de almas.
Hoje os jovens sabem o que é melhor e o que fazer para a cada dia deixá-lo melhor. São outros valores de estilo de vida.
Também acredito neste pensamento e de fato a internet tem colaborado para isso.

Maurílio Santos Jr

Compartilhe