CiCi 2011 – Cidades Inovadoras Parte II (18.05)

Prefeito Inovador
Érick Camarano

Prefeito Inovador é um prêmio criado pela ONG Brasil Competitivo tendo como fundador o empresário Jorge Gerdau , cujo objetivo, é incentivar as prefeituras a inovarem principalmente em ferramentas digitais para aproximar a prefeitura do cidadão.

Frente das Ações:
1. Gestão
2. Inovação
3. Benchmarking

A cidade de Maringá (PR) venceu em 2010.
Fez um alto investimento em T.I (Software e Equipamentos) e implementou o sistema DATASUS.
Com este sistema conseguiu benefícios como:
• Medicina – Prontuário online. Qualquer médico de qualquer cidade fora Maringá pode acessar o histórico do cidadão da Cidade e obter o histórico de tratamento do paciente.
• Almoxarifado – Implementação do sistema de gestão de estoques. Com o sistema criou-se um sistema igual aos dos supermercados onde foi criado um galpão de estoques de materiais de diversos tipos. Com isto, houve um barateamento de preços em torno de 20% devido ao fim das inadimplências de pagamentos (prazos) por falta de controle, fora o fim da demora de reposição. Ex. Alimentos das creches.

O site da instituição é www.prefeitoinovador.com.br

Ambientes Rurais Conectados
Luis Fernando Guggenberger (Vivo)

Case Amazônia.

A discussão de como chegar na Amazônia começou no Instituto Vivo com o tema “Educação” e a história do Dr. Eugênio, um médico paulistano que ficou apaixonado pela região e decidiu ajudar o povo da região e mudou-se para lá.

Assim a Vivo começou a analisar primeiro a “Fordlândia” cidade criada pela Ford por causa da extração da borracha há mais ou menos 50 anos atrás e que não deu certo.
A partir daí a empresa criou a Cidade de Belterra.

Os esforços da VIVO foi pensar em como:
• Deixar a cidade inteligente?
• Conectar pessoas

Foi instalada uma torre (antena). O resultado disso foi que o Mobile facilitou pesquisas médicas, jovens produzindo filmes por celular e mostrando sua cidade.
Jovens empreendendo com a WEB (3G) – Complemento da renda.
Os dados informam que:
• Houve um aumento das vendas locais em 40%;
• 20% de estudantes matriculados em ensino a distância;
• 10% já acessando bibliotecas online.

O turismo aumentou na cidade e adjacentes.
O uso do SMS ajudou na logística das pessoas com a facilidade da informação.

A VIVO tem como visão que a Telecomunicação é um fator social (Negócio 3.0) e não técnico. Hoje o desafio é criar valor para a sociedade.

Debate
1. Bankonline: Ajuda as pessoas a não precisarem ir de barco e gastar 3 dias para efetuarem seus pagamentos.
2. Mobile: O celular levanta a torre e atende várias pessoas. O telefone fixo exige mais investimento em infraestrutura.
3. Medicina: A conectividade ajuda na Ambulancha.

Como executar uma estratégia do governo 2.0 e se aproximar do cidadão. Caso do Acre.
Rafael Osório

Governo 2.0 significa pensar em como o cidadão pode conversar e se aproximar do governo e parte-se do princípio de que isto é responsabilidade do governo, ou seja, são novas redes tecnológicas aplicadas ao governo.

Exemplos:
• FixMyStreet – No site você aponta e comprova (foto) o problema para uma tomada de decisão do governo.
• eDemocracia (Br)
• WikiCrimes (Br) – Você contribui informando o local do seu crime ocorrido e na sua opinião do por que? Isso ajuda a polícia a mapear a cidade e reforçar o policiamento.
• SACSP – Estatísticas e gráficos de reclamações de serviços na Cidade de São Paulo.
• GSI Jam – Propõe debater ideias (Projetos Colaborativos).
• Limpa Brasil – Ações para limpeza do lixo.

O Governo 2.0 não significa apenas aproximar cidadãos, mas ajudar os funcionários.
Essa tendência é uma nova forma de fazer governo.
Pra fazer uma gestão inteligente precisa de todas as pessoas.

Desafios
1. Cada canal/secretaria trata o cidadão como um cidadão diferente.
2. Cidadão é o office boy do governo.
3. Longo tempo de espera pelos serviços presenciais.
4. Cidade participa mas colabora pouco.
5. Serviço limitado no canal web.
6. Cidadão precisa criar diferentes senhas e usuários para se conectar nos diferentes canais.

Estratégia
1. Serviço de base única (Informação Confiável).
2. Uma vez cadastrado você acessa tudo. Dossiê do cidadão.
3. Serviço Orquestrado (Comandar essa base).
4. Serviço de Inteligência Pública
5. Canais de Atendimento

Caso Acre
Programa de transformação.
Visão: Acre como o melhor lugar da Amazônia pra se morar.

Criação da OCA – Poupatempo do Acre.
É um portal do cidadão integrado com uma base única com a meta de:
• Melhorar a participação
• Aumentar a transparência
Web com um balcão multiserviço.

Governo local no Brasil. Experiências e lições aprendidas no Brasil.
José Aurichio Jr
Vitor Lippi
Vicente Teixeira
Sales Dias

Case Sorocaba: Cidade Educadora

A cidade pensou em 2 chaves para o sucesso quando o prefeito assumiu o atual cargo: Planejamento e Gestão de Pessoas.

Planejamento Estratégico
• Saudável – Cidade – Educação

Conceito da Cidade Educadora
• Um espaço comunitário de aprendizagem

Conceito da Cidade Saudável
• Repensar os espaços públicos
• Proporcionar qualidade de vida

Assim a prefeitura fez uma reflexão do que queria para a cidade e crianças.
O comportamento da cidade tem influenciado na saúde das pessoas. Estilo de Vida.
A prefeitura trabalhou o conceito da Escola em Tempo Integral.

Criou-se:
1. Roteiro educador (Roteiro Cultural. Valor da cidadania) nos pontos históricos da cidade. Senso de pertencer a historia da cidade.
2. Amigos do Zippy e Maçã – Trabalhar o emocional das crianças como fator de saúde.
3. Cantinhos da Informática – Inclusão Digital.
4. Centro de referência em Educação – Espaço de atendimento para alunos com dificuldades.
5. Espaço de lazer e esportes
6. Parques e Academias ao ar livre
7. Ciclovias. A cidade fez 70km. 2ª maior do país
8. Campanhas: Pedalada e caminhada de Sorocaba (Saúde)
9. Vai e Vem – Mini biblioteca em terminais de ônibus
10. Projeto Tela de Cinema – Ao ar livre para bairros pobres
11. Programa Nais – Clube para atender jovens infratores
12. Espaço de manifestação cultural
13. Feira de profissões
14. Programa Amigo da Família – Mede-se o IDH da cidade para ajudar as famílias carentes. Assim é feito um plano de oportunidades e proposto a elas.
15. Programa de inclusão dos ex-presidiários
16. Casa do Cidadão – Descentralização dos serviços (Poupa Tempo)
17. Orçamento Participativo – A comunidade se reúne e diz o que a população precisa para o seu bairro
18. Trailler de regularizações imobiliárias
19. Programa de plantio de árvore e despoluição – Em 1 hora 5.000 pessoas plantaram 70.000 árvores
20. Parque Tecnológico sendo desenvolvido (Foco em metal mecânica e eletrônica)

Case Jundiaí. Cidade Educadora

O lema da cidade é oportunidade é para todos.

Princípios do Projeto Educacional:
• Foi desenvolvido material didático padrão onde o professor deve estar capacitado para aplicar o conteúdo desenvolvido.
• Foco nas crianças com dificuldades de aprendizagem.
• Objetivo constituir a cidadania.
• Constituir competências básicas para sobrevivência.

No programa educacional tem-se:
• Amigos do Zippy
• Jogos de raciocínio
• Tecnologia para motivação
• Incentivo de leitura entre pais e filhos
• Ações para envolver a comunidade (Trazer os pais para a vida escolar dos filhos. Ex: O aluno leva uma atividade para casa para fazer com a família).
• Assumir a responsabilidade para a escola pública.
• Nesta metodologia não tem nota de avaliação e nem menção, mas uma ficha descritiva do aluno que o acompanha durante sua vida escolar.

Compartilhe