Empreendedorismo Social – Uma nova visão

Participei hoje da Palestra Choice – Negócios Sociais na Faculdade Trevisan. Iniciativa da Artemisia Negócios Sociais.
A mesa de debate foi composta pelo empresário e diretor do CJE FIESP (Giuliano CHADDOUD), Talita Andre (Artemisia) e o empreendedor social Omar Haddad (Sementes da Esperança), conduzidos pela diretora do CJE FIESP e embaixadora da CHOICE (Miriam Ascenso) e o Felipe (CHOICE).

O tema é algo novo e começa a ser discutido há uns 5 anos em como obter “lucro” contribuindo para a redução da desigualdade social.
Tese defendida pelo economista Amartya Sen e difundida na prática pelo Profº Muhammad Yunus (Banco Grameen – Microcrédito).

Em outras palavras busca-se um equilíbrio e um desenvolvimento econômico sustentável.

A proposta é totalmente de encontro com a nova geração (y) que não busca mais o enriquecimento predatório, mas sim, qualidade de vida com mais justiça social.

Pela minha análise a grande esfera do projeto ainda está no poder público onde se tem o poder de arbitrariar em cima de práticas do modelo convencional e provocar mudanças sustentáveis no mercado com maiores impactos. Discurso reafirmado e comentado também pelo CHADDOUD.

Somando com as iniciativas privadas tem-se maiores chances de provocar um choque cultural na sociedade e uma nova educação para as próximas gerações.

Uma passagem que me marcou muito sobre Amartya Sen foi sua aula inaugural em Harvard na Cadeira de Justiça Social contado pelo participante e convidado Senador Eduardo Suplicy.
Na ocasião o auditório comportava 90 pessoas e tinham 100 onde 10 estavam de pé assistindo.
Ele começa seu discurso dizendo: – Para começarmos a falar sobre Justiça Social precisamos começar olhando por aqui. Por Favor, peço a Universidade que comporte as 10 pessoas de pé se não, não começarei a falar.

FANTÁSTICO!

Maurílio Santos Jr

Compartilhe