A Majestade e o Sabiá

Há alguns anos atrás me deparei com um dilema para tomar uma decisão sobre a minha carreira corporativa. Toda decisão é baseada em escolhas a partir de julgamentos.
São “sins” e “nãos” que diariamente optamos.
Na época li um texto e me deparei com o seguinte pensamento:

“…o canário passa a vida numa gaiola maravilhosa, com comida e água em abundância, veterinário e todos os cuidados necessários para cumprir sua nobre função: ser bonito de ver e melhor ainda de ouvir. O canário canta e encanta. Onde existe um canário a vida é mais alegre. E eles são lindos, em vários tons de amarelo, branco, laranja…

Já os sabiás não servem para ser criados em gaiolas. Sabiás não são tão bonitos, as penas não são tão coloridas e seu canto não chega aos pés dos canários. Sabiás não são graciosos como os canários. E precisam lutar pela sobrevivência. Em compensação, sabiás voam. Voam alto, pousam nas árvores que querem, vão para onde querem e levam a vida em total liberdade.

Eu havia descoberto que eu era um sabiá e minha escolha foi abrir a gaiola e voar. Descobri há muito tempo que sou movido a desafios, mudanças e a inspiração. E os três para mim pessoalmente não acontecem e alçam sem liberdade.
Os anos passaram-se e o amadurecimento me trouxe novas percepções, cujo olhar, subsidia mais informações para tomada de decisão. DOM, TALENTO E VOCAÇÃO.

Os três são distintos e invisíveis.
DOM = A pessoa nasce com esta aptidão. É um talento nato.
TALENTO = São habilidades que a pessoa desenvolve muito bem.
VOCAÇÃO = É um chamado. Uma missão destinada.

Por exemplo, Ernesto Che Guevara.
Dom: Escritor de observação investigativa
Talentos: Médico, Jornalista e Escritor
Vocação: Político Revolucionário.

Apesar de distintos ambos se completam e definem o rumo da vida.
A partir deste prisma as escolhas ficam muito mais refinadas e claras para optar.
Pois éh, para desempenhar bem um talento, dom ou vocação precisa existir um motor de engrenagem individual de cada um? O meu motor é a liberdade, por isso fiz a escolha certa e estou aí voando pela vida…

Compartilhe