Começar de novo…

Há alguns anos atrás não me lembro a mentora da proposta/terapia começou a propagar a “Caminhada” como uma atividade física e o melhor momento para a higiene mental e reflexão. É nessa hora que a pessoa tem o tempo e a oportunidade de REPENSAR a vida e projetar o futuro.

Repensar é o começo da Atitude de assumir o velho e pensar no NOVO, aí nasce o pensamento da inovação para mudança.
Atualmente o modelo Design Thinking vem contaminando milhares de pessoas com a sua proposta.

O método é repensar um novo design para o problema, de modo a priorizar o ser humano como o centro da proposta sendo de fora pra dentro combinando emoções e o feeling, tecnologia e uma arquitetura moderna com sustentabilidade e responsabilidade social.

Tem uma poesia de Fernando Pessoa que diz:

“Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.”

Esta bela música de Ivan Lins sugere “Começar de Novo”..

Repensar o Governo.
Repensar a Cidade.
Repensar o Casamento.
Repensar a Profissão.
Repensar a Vida.

Não é fácil assumir os erros ou abandonar o velho. Isso mexe no EU, EGO, COMODISMO e na própria VONTADE.
Mas se não fazermos isso, não mudamos e SEM MUDANÇA NÃO HÁ ESPERANÇA.

O comodismo é a pior praga da lavoura da plantação de projetos e desempenhos humanos. É como um ladrão de alma. O deixa pra lá!

Outro bicho é a convicção.
Tem gente que adora ganhar uma discussão e achar que saiu vitorioso!
Ao entrar em uma discussão e perde-la, você saiu com uma aprendizagem nova…

A sugestão é criar um MURAL POST IT COLABORATIVO DO REPENSAR.
Incentivar a empresa e equipe a serem corajosos e colaborar no repensamento de um novo design de caminho e diretriz.
Não se repensa sozinho e com vícios, se repensa com a comunidade, com o consumidor, com o cliente, com a vizinhança, ou seja, com o meio inteiro ou a cadeia inteira etc…

Esse exercício só tem a contribuir para uma proposta melhor!

Inspire-se nesse belo exemplo.

Maurílio Santos Jr

Compartilhe