Ache a felicidade na sua vida

Muitos descobrem a felicidade no fim da vida outros a encontram no início ou no meio.
O que todos no fundo buscam enquanto seres viventes, é a verdadeira felicidade, seja ela custe o que custar.

Não existe idade, classe social, beleza, limitação física ou palavras chaves para que ela aconteça, tudo depende de você! Muitos a deixam fugir por pensar no que os outros irão achar.

Neste trecho do filme: “A procura da felicidade” Chris Gardner (Will Smith) depois de desmotivar seu filho Christopher (Jaden Smith) em busca do seu sonho, ou seja, sua felicidade, ele volta atrás com a sua atitude e readverte o garoto.
“Nunca deixe que ninguém te diga que não pode fazer alguma coisa, nem mesmo eu”.

Mas o que muitos não percebem é que a felicidade nunca se realiza sozinha, perceba que sempre com ou quando faz algo para alguém.

Religiões, Gurus, livros de auto ajuda, paixões, profissões, terapias, às vezes hobbys tentam mostrar um caminho para ela.

Nesta música “GOD” – John Lennon unindo poesia com ateísmo diz que não acredita mais em ninguém apenas nele.

Antes de Partir (2007), é o filme protagonizado por Morgan Freeman (Carter) e Jack Nicholson (Edward).
O primeiro um pobre mecânico e o outro um empresário rico e bem sucedido.

Na velhice descobrem possuir a doença do câncer no mesmo quarto de hospital. Pobre ou Rico sabem que não conseguem escapar da doença. Em uma conversa, decidem escrever uma lista de coisas que gostariam de viver e fazer antes de partir, assim saem do hospital para realizar os sonhos e desejos !

1- Testemunhar algo grandioso… (As cinzas dos dois foram depositadas no Everest)
2 – Ajudar um desconhecido desinteressadamente… (Discurso de Edward na despedida de Carter)
3 – Rir de chorar… (Carter contando para Edward como era produzido o café Kupi Luwak)
4 – Dirigir um Mustang Shelby… (Juntos apostaram corrida num autódromo)
5 – Beijar a garota mais linda da mundo… (Edward reencontrou sua filha e conheceu sua neta)
6 – Fazer uma tatuagem… (Somente Edward fez… Carter se recusou…)
7 – Pular de para-quedas… (Os dois pularam juntos…)
8 – Gastar uma semana no Louvre… (Visitaram juntos)
9 – Visitar Roma… (Visitaram juntos)
10 – Caçar um grande felino… (Tentaram caçar…)
11 – Ver as pirâmides… (Viram juntos…)
12 – Visitar Hong Kong… (Visitaram juntos)

É um filme comovente… Envolve drama, compaixão e perdões !

Esse é um tipo de reflexão que funciona como uma ostra.
A ostra para produzir uma pérola precisa ser machucada por um grão de areia. É pela dor que ela produz algo tão bonito.

Como não dizer que não é pela dor que nascem a maioria das poesias, livros, músicas e leis ? A dor gera um aperto e uma indignação e disso deriva sensações e belezas pela solução.

Refletir sobre a felicidade pode envolver dor sim, você pode se pegar em situações do tipo:

[Não é esta profissão que gosto, mas é o que dá dinheiro no momento.]

[Agora com muito dinheiro, e sem saúde para usufruir dele.]

[Não dá mais para me enganar, não é este o amor.]

Enfim…

Também reconhecermos que em toda imperfeição sempre há uma beleza. E todos merecem uma segunda chance, pois os seres humanos são seres especiais!

Este é o trecho final do filme. O último pedido de Carter. Ele deseja que Edward ache a felicidade na sua vida pois, ele sabia onde ele a encontraria e de fato ele a encontrou.

Por fim, ele pode morrer feliz e presenciado por uma atitude nobre.

Este texto também é um pedido para que você leitor também ache a sua felicidade na vida !!

Maurílio Santos Jr

Compartilhe
Tags: