Não entre ou forme Grupos. Resista!

Resista a pertencer a grupos, ongs, instituições, igrejas, comunidades etc… Mas por quê?
Grupos representam algo ou alguém. Esta representatividade arrebanha pessoas para um universo fechado e mandado.

Todo grupo tem um dono, sub-donos, regras, posições sociais, econômicas, objetivos e vitrines individuais aos donos ou sub-donos e não ao grupo todo. Então em um grupo não ganham todos ganham alguns.

Grupos competem entre si. Igrejas competem entre si. Federações competem entre si. Ongs competem entre si. Partidos competem entre si… Etc…

Então concluímos que existem divisões e separações entre as pessoas.

Quando você precisa pedir permissão a um chefe ou alguém para realizar algo você diminui sua posição-pessoa (ser humano) e aumenta sua posição rebanho (nicho social).

Este sistema tira o direito de empreender das pessoas e serem criativas. Errarem e aprenderem. Das suas lições com as lições dos outros produzirem novos conhecimentos.

Pessoas são diferentes de indivíduos.
O IBGE analisa indivíduos e os dividem em grupos A, B, C e concluem seu potencial por estatísticas segundo poder, dinheiro e influência.
Existe ser humano ou lado humano nesta estatística ?

Rede social não é uma coleção de indivíduos. O que torna a rede social é a capacidade de interagir livremente.

Mas este modelo não é uma anarquia ?
Sem líder, chefe, donos não bagunça ou avança?

Não. A vida gastou cerca de 3,9 bilhões de anos para se formar e as coletividades humanas cerca de 300 mil anos …

Fomos criados a anos para uma cultura da centralização, do grupo, mandatário e mandado.
Assim achamos que precisamos de gurus, mestres, líderes para conduzir o nosso caminho.
Errado pensar assim.

Os grandes humanistas do mundo como Ghandi ou Martin Luther King nunca estimularam grupos e donos de grupos, mas sim o caminho pela redes de pessoas livres. A rede é mais forte que um grupo.

A ferramenta internet pode levar milhões de pessoas a interagir uma com as outras e discutir o futuro do país e deles. Assim desencadeou a primavera árabe.
Derrubou um grupo de mandatários que controlavam o poder a anos.

A partir de uma visão de um país extremista, já podemos concluir que o mundo já caminha e pede por redes.

Já estamos falando em progresso compartilhado hoje.

Crowfunding = Financiamentos colaborativos.
Crowdsourcing = Produções colaborativas.

Já está rolando !!

Na rede as coisas vão acontecendo na medida que avançam. O modo natural trilha os caminhos.

Já pensou que nas empresas só existe direitos e voz ao Acionistas e Conselho ?
Os demais são assalariados, ou seja, foram “comprados” por eles e devem obedecer por isso. Nada de sair do quadrado.

Na maioria das organizações burocráticas, seja empresarial, governamental ou social a maioria do tempo é gasto em reuniões para decidir de cima e por fora as diretrizes privando as demais pessoas de empreenderem suas experiências.

Se este tempo fosse gasto para fazerem as pessoas interagirem mais, as soluções nasceriam diariamente….E este tempo perdido em reuniões seria para passar com a família, esposa, marido por exemplo.

Enfim…..Resista a entrar em grupos….Grupos só levam a interesses próprios e não coletivos.
Forme redes de pessoas…Pontes e Conexões…..Esta sim pode mudar o mundo!

Compartilhe