Cultura, Meritocracia e Sonho Grande

“Jorge Paulo Lemann, Carlos Alberto Sicupira e Marcel Herrmann Telles me viram como um professor. Mas a grande ironia é que tenho sido o tempo todo um estudioso voraz dos três.” Jim Collins

Acabei a leitura do livro “Sonho Grande” sobre a biografia dos fundadores do Banco Garantia e donos de empresas como: Lojas Americanas, AB INBEV, Burguer King, Heinz etc… Estou falando dos 3G. Jorge Paulo Lemann, Carlos Alberto Sicupira e Marcel Herrmann Telles e irei compartilhar as principais lições neste post:

1) Cultura: Se os valores e as crenças não estão bem definidas e alinhadas a estratégia, não se alcança os resultados. No que você acredita? A cultura predominante de Lemann, Sicupira e Telles é: Meritocracia (Você é premiado conforme seus resultados), Tornar os melhores seus sócios (Adquirir ações é atitude de quem acredita na empresa e deseja ser cumplice), Apostar em Jovens Talentos (Desenvolva pessoas e busque os melhores) e dar coisas grandes para as pessoas realizarem (Sonhar Grande).
Em todas as empresas que adquiriram, implementavam este conjunto de crenças e valores independente da questão geográfica, pois são parte de seus DNA´s e os resultados não poderiam ser diferentes, sucesso! Se for necessário para sobressair a cultura, adote a demissão aos resistentes.

2) Invista em Pessoas: Estudar em Harvard fez Lemann perceber que estava rodeado pelos melhores. Então o sucesso depende das pessoas certas nos lugares certos.
Outro ponto que aprendeu com Jim Collins, Organizações duradouras não podem depender de um líder ou sócio. Ela deve ter talentos suficientes para caminhar sozinha. Então desafie-os mas também compartilhe as alegrias com eles.
Como selecionar os melhores, por currículo? Não! Os melhores destacam-se pelo cumprimento de suas metas estabelecidas independente de idade e currículo. Aí que você separa os talentosos.
Uma fórmula eficaz de contratação que usavam eram: Poor, Smart, Deep Desire to Get Rich “Pobre, Esperto, com desejo de enriquecer”

3) Impulso do Sonho Grande: Gente boa precisa ter coisa grande pra fazer e pensar. Toda sua energia criativa e tesão será depositado por este intraempreendedor. Então, deixa claro o sonho onde a empresa deseja chegar e dê a liberdade aos talentosos de conquistar.

4) Meritocracia: A melhor forma de reconhecer o talento das pessoas é dividindo o lucro da empresa pelos resultados individuais (bônus).
Quando fica claro que o desempenho individual é a fórmula, você separa os bons dos ruins, os comprometidos dos descomprometidos e etc… Nesta fórmula se elimina a hierarquia, idade e graduações e se valoriza o talento.
Outro ponto principal, se os talentos da base começam a sobressair o topo da pirâmide, não os impeça de crescerem. Dê o lugar para eles se não, não é meritocracia.

5) Tempo e Resultados: Toda vez que assumiam uma empresa, eles derrubavam as paredes das salas fechadas e sentavam todos no mesmo espaço olhando olho no olho. Não tinha hierarquia, para ser rápido todos acessavam todos e assim criavam agilidade nas decisões. Eliminar a burocracia.

6) Simplicidade: Em todas as dimensões os 3 buscavam ser simples. Usavam trajes bem comuns (jeans, camisas e sapatênis). Sempre mantiveram escritórios simples sem muito glamour. E nunca se expunham em público e imprensa.
Concentram-se em aumentar o patrimônio da empresa e não o pessoal.

7) Um Conselho de Administração forte e disciplinado, é um ativo estratégico: Geralmente os conselhos esperam do CEO os planos estratégicos, informações e soluções.
Na visão de Lemann isso é errado. O conselho precisa ser a visão estratégica do negócio pra justificar a existência.

8) Busque conselheiros e professores e conecte-os entre si: Os 3 sempre buscaram se aconselhar com empresários do setor que atuavam ou não e professores. Além disso, conectava todos entre si.
Ter esta humildade é buscar aprendizagem.

9) Concorrência se vence pelo caixa: Você venceu de fato seu concorrente quando ele deixou de gerar caixa.

10) Sonhe Grande: “Sonhar pequeno dá o mesmo trabalho que sonhar grande” Jorge Paulo Lemann

O mais legal de tudo isso é que tudo isso é MADE IN BRAZIL!
Devemos ter orgulho destes brasileiros!

Compartilhe