Monthly Archives junho 2013

Startup – Dar o foco na ideia ou no Plano de Negócio?

la-bote-no-papel-a3-01

Existe atualmente no mercado de startups uma série de iniciativas que atualmente maturam uma crença que ao meu ver é míope e enganadora, ou seja, a startup precisa dar foco apenas no core da ideia para vender ao investidor.
Depois que a startup levantar o investimento financeiro, a partir do convencimento da ideia, ela tem condições de realizar os próximos passos delegando até a terceiros os outros skills que formam a empresa.
Discordo no ponto da ausência do business e liderança. Venda uma empresa e não uma ideia.

Hoje existe um “modismo” dos jovens quererem ser empreendedores, livres e ricos como foi a 9 anos atrás o modismo do mercado financeiro, e o que vemos no mercado é uma corrida para ter a ideia genial, um monte de concursos de investimentos anjos e programas para star...

Read More

…acontece pela ausência. Deixa o sol entrar!

Pela física você aprende que não se produz frio, ele acontece pela ausência de calor. Quando o Profº de Albert Einstein ensinava-o que Deus criou o mal, ele questionou:
“O mal não existe. É o mesmo que a escuridão e o frio. A escuridão é ausência de luz. A luz podemos estudar a escuridão não. Deus não criou o mal. O mau acontece quando o homem não tem o amor de Deus (ausência).”

…o lado cinza das coisas não são criados, acontecem pela ausência.
A ausência da criança desperta o lado “adulto”; a ausência dos sonhos nasce o vazio, no vazio não mora a esperança; a ausência da fala o silêncio; a ausência da paz a guerra; a ausência dos outros a solidão; da vida a morte; a ausência da compaixão o egoísmo; a ausência do amor as trevas.

Seria limitar muito em defi...

Read More

Bancos ou Fundos de Investimento? Qual a diferença pra startups?

No mercado tradicional de apoio ao empreendedor ainda existe a crença do financiamento das startups prover dos bancos, buscando a menor taxa de juros possível. Existe até software de simulações de bancos.

Esta orientação está “quase” errada para os dias de hoje. Chamo este modo do jeito “velho” de se empreender.

O erro está que o empreendedor não precisa apenas do dinheiro que o banco apenas oferece, ele precisa do network para entrada comercial, operações e também apoio a gestão, elementos que nenhum banco pode oferecer.

Seria recomendável a captação de financiamento bancário se o empreendedor tiver os três elementos definidos com ele, ainda assim, ele terá um custo de capital maior e uma corrida maior de faturamento, uma vez, que após os 30 dias do empréstimo vencerá a p...

Read More

Os paradigmas de “Como chegar lá?” – Carreira 2.0

Últimamente um dos assuntos mais requeridos por grande parte das pessoas é: “Como chegar lá?”
Se existe uma receita para o sucesso profissional, relacionamento feliz, ideia genial ou estabilidade, qual é então?

Na verdade não existe uma receita com ingredientes e medidas exatas, o que existe são paradigmas que o nosso próprio meio nos coloca dificultando o caminho da plenitude.

Quer ver só:

“Fizeram a gente acreditar que amor mesmo, amor pra valer, só acontece uma vez, geralmente antes dos 30 anos. Não contaram para nós que o amor não é acionado, nem chega com hora marcada.

Fizeram a gente acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade.
Não contaram que já nascemos inteiros, que ninguém em nossa vid...

Read More