…acontece pela ausência. Deixa o sol entrar!

Pela física você aprende que não se produz frio, ele acontece pela ausência de calor. Quando o Profº de Albert Einstein ensinava-o que Deus criou o mal, ele questionou:
“O mal não existe. É o mesmo que a escuridão e o frio. A escuridão é ausência de luz. A luz podemos estudar a escuridão não. Deus não criou o mal. O mau acontece quando o homem não tem o amor de Deus (ausência).”

…o lado cinza das coisas não são criados, acontecem pela ausência.
A ausência da criança desperta o lado “adulto”; a ausência dos sonhos nasce o vazio, no vazio não mora a esperança; a ausência da fala o silêncio; a ausência da paz a guerra; a ausência dos outros a solidão; da vida a morte; a ausência da compaixão o egoísmo; a ausência do amor as trevas.

Seria limitar muito em definir nossas ausências. Os livros da estante sempre terão histórias e estórias inacabadas e terminadas, ausentes ou cheias, por isso somos um parênteses aberto até enquanto durar.
Parece um contra fluxo da vida, mas é verdade que ostra feliz não faz pérola.

Enquanto durar podemos modificar o curso do rio, a frase final das páginas deixando mais belas, porque Deus mora na beleza das coisas. E entre suas coisas não existe ausências.
E as estações não mudarão, e o frio, o perfume das flores, o calor serão apenas passagens naturais.
Assim o tempo que passaria como um louco quebrando as vidraças, dançará uma valsa com os detalhes de um espetáculo de balleto.

A gente se sente melhor.

Pode abrir a janela, noites com sol são mais belas, certas canções e poesias são eternas, deixa o sol entrar.

Compartilhe