#Dica8 Evite a síndrome Eike Batista

Muitos empreendedores ao iniciar a atividade empresarial se deslumbram com a ostentação de ser empresário.
Logo querem investir em um baita escritório modelo google, nos primeiros pró-labores investir em um carro 0km etc…
Isso não é errado, depende de cada pessoa, mas desnecessário.

Os 5 primeiros anos de vida de uma startup é a luta pela sobrevivência, estabilização financeira e de marca.
Aqui é sacrifício, cultura da poupança e corte de custos.
Mesmo depois na fase de prosperidade da empresa, você precisa ser pé no chão.

Na palestra do Bruce Dickson (Vocalista do Iron Maiden) este ano na Campus Party ele disse: “O empreendedor não tem que investir em escritório, ele tem que procurar trabalhar sem escritório.”
Outro ponto, o crescimento orgânico é passo a passo. Me cite uma startup que em cinco anos saiu abrindo dezenas de filiais pelo mundo, aumentou drasticamente produção, mão de obra e deu certo?
Mesmo aquelas que receberam um aporte considerável sabem que o crescimento é passo a passo.

Evite esta ansiedade e ganância de querer atropelar o tempo do mercado e ciclo de vida da empresa e sair saltanto como o joão do pulo.
Evite a ostentação. Seja humilde e pé no chão.

Empreendedor presta um “serviço público” a sociedade. Deixa a ostentação para os funkeiros.

Pega esta dica empreendedora.

Compartilhe