Venda o problema e não o produto

Venda o problema que vc re3solve

Essa visão de produto, é ainda assumida por 80% das empresas e profissionais. O meu produto! Existem até os famosos gerentes de produtos ou gestores de categorias.
Pra começar quando você define o produto e não o problema você não tem inovação! Claro, sem problema a resolver ou mal resolvido, você quer existir pra quê? O que lhe resta é fazer mais do mesmo e lhe garantir receitas financeiras. Empreendedorismo 0.

A visão de produto limita os horizontes de vendas e marketing e acaba deixando o business, a comunicação e estratégia de marketing mecanicista e fabril.
Tão logo você vai querer dizer aos consumidores que você tem uma máquina TOP, que a qualidade é garantida por causa dessa máquina, que seu produto é melhor que a concorrência pois tem mais gramatura ou ml, que você tem o selo ISO 9000, etc…
Ou quando vier a agência de publicidade “phodástica” vai te convencer a dar uma humanizada no produto dizendo que a “Mãe ama o filho” “A Ana Hickmann também usa” bla blá…

Percebeu? É visão fabril ou não éh?

E quando a visão está no problema? Primeiramente quando você decide resolver um problema você está adotando uma CAUSA! Você amplia o horizonte de possibilidades de produtos e serviços que podem se convergirem em pró da resolução e melhoria de vida das pessoas. Você abandona a visão consumidor e vê pessoas. Parte por comunicações educativas e de conscientização e vende estilo de vida.
Você cria uma comunidade de pessoas formadores de opinião!

A abordagem do problema mexe na ferida do ferido! E você pode dizer que a raíz desse problema é gerado por (y) para tanto você tem a solução (x) para ele. Os benefícios serão ….

Deu pra sacar a big diferença?
Se for empreender, reconheça o problema social que você está disposto a resolver. No final você vai se especializar no nicho.
Se for vender, apresente os problemas e depois a sua melhor solução.

Vá as vendas!

Compartilhe