Liderança tagged posts

Planejando a diferença

Viva-a-diferenca

Esse é o primeiro post de 2015 e também o mês (Janeiro) em que as empresas planejam o seu ano e as pessoas suas carreiras.
Afinal, o ano muda, mas nós mudamos?

AGINDO NA DIFERENÇA

Vendo o curso que os novos negócios estão caminhando e os anseios dos profissionais, a palavra do planejamento empresarial e de vida se chama propósito neste e próximos anos.

PROPÓSITO = A diferença no mundo que quero fazer.
OBJETIVO = O foco do propósito
ESTRATÉGIA = O caminho para alcançar o objetivo do propósito

Vejam só, são 3 definições diferentes.

Para a empresa = Qual a diferença no mundo quero fazer resolvendo com o meu negócio? Qual o impacto e importância na vida das pessoas, sociedade isso vai causar?

Para os profissionais = Que contribuição eu quero dar com o meu trabalho? Qual ...

Read More

Liderando diante da emergência do futuro

A emergência do futuro não está na responsabilidade apenas dos líderes chefes de estados, mas principalmente nas mãos dos líderes empresariais e gestores.

Os grandes problemas dos Gestores atualmente são: o choque dos mais vividos vs a geração dos mais novos; viverem apenas no resultado do presente e estarem arraigados na cultura do comando e controle.

A partir daí, fica claro que o século 21 tem o “ser humano” como prioridade.
Não dá mais pra viver sem um propósito de vida.
Os funcionários querem ser parte de um propósito. Os empreendedores querem empreender algo que ajude a mudar o mundo pra melhor. Os jovens querem liberdade pra se expressar e senso de pertencer.

Choque dos mais vividos vs geração dos mais jovens.
A geração passada foi doutrinada para a formação “prio...

Read More

Jiu-Jitsu para Negócios

Rorion Gracie
Legenda: Esquerda (José Eduardo Mendes Camargo, Empresário formado por Hélio Gracie) e Direita (GM Rorion Gracie, Criador do UFC e Filho mais velho do GM Hélio Gracie)

Quando fui atraído em conhecer mais sobre o Jiu-Jitsu, eu tinha 15 anos e foi assistindo o Royce Gracie com 1,85m e cerca de 77Kg vencendo adversários com mais de 30Kg que ele no UFC e pelo seguinte depoimento do Grande Mestre Hélio Gracie, criador do Jiu-Jitsu Brasileiro:

“O jiu-jitsu que criei foi para dar chances ao mais fraco para vencer o mais forte. É a inteligência acima da força bruta. Quando você adquire esta confiança, você se torna mais tolerante e compreende a inferioridade dos outros e não tem a preocupação de mostrar e nem explorar isso.”

Com esta técnica GM Hélio Gracie com 60kg desafiou e ve...

Read More

Líder 4.0 – Como formar equipes e encorajar pessoas

Assisti a Comédia Americana “Os Estagiários” com Owen Wilson e Vince Vaughn e achei Ducacete!! Dentro das varias situações que essa dupla passa como:

1) Tentar um emprego de estagiário no Google sem terem familiaridade nenhuma com a internet. Apenas o sonho do Google ser o futuro.
2) Eles, caras mais velhos lidando com jovens de 23 anos (y) como gestores e concorrentes
3) Perfil vendas (contato mais humano) vs Geeks (contato mais virtual)
4) LifeStyle – Comportamento informal e descolado vs Comportamento tímido dos geeks sem habilidades com pessoas
5) Como formar equipes e encorajar pessoas

Eles mostram para a geração (y) que apesar de estarem desconectados e sem mind set igual o deles, eles tinham algo que eles não tinham igual ao deles, Sonhos e Sensibilidade da vida!

Mas o qu...

Read More

O líder baseado em valores II – A saída é pela porta da frente.

Ao longo da vida somos contaminados com exemplos, por muitas vezes queremos “ser” ou “copiar” o gesto, atitude ou pensamentos do outro com o intuito de alcançar o mesmo resultado.
Muita gente tenta ser Roberto Justus, Jorge Paulo Lehmann, Ayrton Senna, Gandhi etc…
Essa contaminação acontece muito em palestras, novelas, igrejas, empresas, ONG´s, Governos etc…
Muitos se apropriam de uma ideia ou atitude do outro comportando-se como o próprio dono a ponto de vivenciar como seus próprios méritos. Quando não isso, fazem-se valer da outra pessoa utilizando-a como um produto, tipo aquela pessoa é famosa ou bem sucedida sendo um ponto de benefício, por isso preciso estar e agradar ele(a).
Aprender com a experiência do outro é super válido. Seguir o outro ou performar, não.
Assim são...

Read More

Você faz parte da solução ou parte do problema?

Esta é uma pergunta com 3 viés para mim:

1) Você faz parte da solução ou parte do problema do MUNDO?
2) Você faz parte da solução ou parte do problema da EMPRESA?
3) Você faz parte da solução ou parte do problema da sua VIDA?

O Por quê e o Como são uma resposta e reflexão individual, mas o questionamento maior que tem que tirar o seu sono, incomodar a sua mente e até te gerar um pânico é:

“Eu estou contribuindo com uma AÇÃO PRÁTICA para melhorar este ponto que tenho contato (Mundo, Empresa e minha Vida)?”

Ao invés de perdermos tempo procurando e apontando culpados, responsabilizando o próximo, gastando tempo e energia com críticas e analisando os defeitos dos outros, por que não focamos em analisar o que está acontecendo dentro de nós?

Não tem como fugir, é uma d...

Read More

Sobrevivendo no caos – O líder baseado em valores

Observando o reino animal como Charles Darwin observou não existe diferença alguma para o mercado de trabalho e a própria sociedade quando concluímos “Só os fortes sobrevivem”.
Já assistiu o filme “Onde os fracos não tem vez”? Sacou o título do filme? Precisa dizer algo?

Em uma sociedade onde um estagiário na semana passada morreu de infarto por trabalhar 72 horas sem parar em um banco de investimento nos (EUA); Executivos na China tem se suicidado por stress e pressão corporativa; A representatividade da Indústria Brasileira caiu de 30% para 13% em 25 anos; Crises Econômicas Mundiais; A geração (y) têm se recusado a abdicar de sua vida pessoal para doá-la em troca de um sobrenome corporativo, crachá, VT e VR; O nível de turnover cada vez mais alto em grandes corporações; A Nike ...

Read More

Startup – Dar o foco na ideia ou no Plano de Negócio?

la-bote-no-papel-a3-01

Existe atualmente no mercado de startups uma série de iniciativas que atualmente maturam uma crença que ao meu ver é míope e enganadora, ou seja, a startup precisa dar foco apenas no core da ideia para vender ao investidor.
Depois que a startup levantar o investimento financeiro, a partir do convencimento da ideia, ela tem condições de realizar os próximos passos delegando até a terceiros os outros skills que formam a empresa.
Discordo no ponto da ausência do business e liderança. Venda uma empresa e não uma ideia.

Hoje existe um “modismo” dos jovens quererem ser empreendedores, livres e ricos como foi a 9 anos atrás o modismo do mercado financeiro, e o que vemos no mercado é uma corrida para ter a ideia genial, um monte de concursos de investimentos anjos e programas para star...

Read More