Provocação tagged posts

Entrevista: Tom Zé atemporal. MTV Julho/2005

Se você quer entender que inovação não é um processo mas um estilo de vida, leia esta matéria do cantor, compositor e arranjador brasileiro TOM ZÉ concedida a Revista MTV em Julho/2005.

Vai perceber que seu estilo e pensamento reflete no seu trabalho.

“Tom Zé é a coisa mais nova que eu conheço, a mais inovadora.” Zélia Duncan

Compartilhe
Read More

Corra atrás dos seus sonhos

‎”O homem é um deus quando sonha e um mendigo quando pensa”. (Friedrich Hölderlin)

Esta reflexão de Hölderlin é um tapa na cara. Já parou pra pensar em quantos mendigos e sonhadores existem no mundo ?
Quem será maior ?

Sonhos e realizações. Um duelo até o fim da vida.

Buena Vista Social Club era um clube de dança e atividades musicais em Havana (Cuba) que reunia alguns músicos na década de 40. Entre eles Manuel “Puntillita” Licea, Compay Segundo, Rubén González, Ibrahim Ferrer, Pío Leyva, Anga Díaz e Omara Portuondo.

Todos tinham o sonho de serem músicos profissionais mas por conta de não ser algo rentável financeiramente, abandonaram o desejo.
Passado 50 anos já na velhice esta turma decide se reencontrar e voltar a tocar...

Read More

A Rosa do Povo

A guerra sempre foi uma obsessão do homem e sempre esteve presente na vida das pessoas.
Se produziu armas, bombas e trincheiras entre países.
A Administração trouxe Sun Tzu “A arte da guerra” para a vida dos executivos e a cultura da competição dos “Só os fortes sobrevivem”, assim como, livros sobre gestão de conflitos.

Ditaduras instauradas, Polícias de Elite, Doutrinas Ideológicas, Econômicas, Psicológicas, Cursos de Liderança agressiva e convenções de vendas focadas em guerra.

É um fato, gostamos de guerra e competição.
A estrategia é uma metodologia que norteia o homem para alcançar seus objetivos no mapa da guerra.
O confronto acaba estimulando a produção de novos conhecimentos e desafios, porém muitas vezes deixa o homem de enxergar o ser humano como HUMANO.
A...

Read More

A faca amolada

Na semana passada ministrei uma palestra para os alunos do Curso de Geografia da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Muito legal a turma e o perfil curioso deles. As perguntas sempre nasciam com base na cidade e problemas sociais e acabávamos esbarrando no sistema.

No nosso bate-papo sobre economia, empreendedorismo e comportamento profissional me vi em pensamento diante de um filme de terror. Eu estava com a voz e uma “faca amolada nas mãos”, onde eu podia não usá-la não mostrando a “Divina comédia da vida real corporativa” ou usá-la e cortar muitas expectativas, inocências, valores e sonhos daqueles jovens.
Engoli a seco e preferi poupá-los naquele momento. Fui covarde! Sim, eu sei…
O princípio bíblico que tanto admiro “conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” f...

Read More

Causas e Interesses

O título do artigo é uma afirmação de Tião Rocha na CiCi 2011 “Redes não tem causa, mas interesses”.
Esta frase caiu como uma bofetada na cara!
A rede de que fala trata-se de network ou rede social de pessoas organizada de modo intencionado.

Quando se tem apenas interesses você deixa de enxergar o lado luminoso das pessoas e das possibilidades, agora quando se persegue uma causa você descobre e redescobre oportunidades e a potencialidade dos seres humanos.
O raciocínio serve tanto para a área profissional como pessoal da vida.

TODAS veja bem todas as pessoas tem potencial, independente do nível social e “escolar”...

Read More

Quem só espera não alcança

O milho para se tornar pipoca precisa passar pelo fogo. O fogo pode aquecer, ferver, queimar ou matar. Sua função é provocar TransformAÇÕES.
Assim somos como um grão de milho na corda bamba do fogo. Ou nos queimamos no fogo para sofrermos tranformaAÇÕES e virarmos pipoca ou ficamos quietos ali no saco em cima da prateleira.

Quem tem coragem de se queimar?

“Quem só espera não alcança, mas quem não sabe esperar erra demais feito criança.”
Huum, que saudades Taiguara deixou para a musica brasileira.

A hora da morte chega pra todo mundo sem distinguir qualquer pessoa, mas a hora de mudar o rumo, inverter o jogo e um basta na vida não chega para aqueles que não querem experimentar uma mudança.

Aprendi há alguns anos atrás após a leitura de “O meu everest” de Luciano Pires a faz...

Read More