Redes Sociais tagged posts

Por que as empresas devem aprender com as manifestações

O que vimos e ainda estamos vendo sobre as manifestações não é um “O Brasil agora acordou” ou “Agora tomamos consciência coletiva”. O que houve foi um swarming (enxamento, efeitos da rede a partir de interações – ocorre em sociedades altamente conectadas).

Este mesmo efeito ocorreu em Madrid em 2004 e na Primavera Árabe em 2012.

COMO FUNCIONA?

A sociedade está cada vez mais ficando mais em rede distribuída e menos centralizada. Isso significa que as pessoas estão interagindo mais e consequentemente quando há interação, há compartilhamento de informações, ideias, pensamento e a partir daí surgem novos conhecimentos e novos comportamentos.
A internet tem sido a principal ferramenta nos últimos anos de conexão entre as pessoas...

Read More

É só o Custo Brasil? A competitividade do conhecimento

Já não podemos mais remedir a transição das organizações de descentralizada para Rede. É questão de sobrevivência.
Quando falamos de sobrevivência das empresas, os empresários brasileiros só pensam no Custo Brasil (Infra, Burocracia, Juros, Logística, etc..) que é muito caro hoje no Brasil para as empresas competirem em relação aos outros países, mas esquecem da especialização do know how do conhecimento. “Menos materiais e mais Imaginação”. Esta competitividade não depende do Custo Brasil.
E este é um processo orgânico da própria sociedade.

Entendendo a Cultura dos Velinhos

A 2ª Revolução Industrial criou a seguinte ciência que é usada até hoje por 99% das empresas.

Taylorismo: Divisão das tarefas; Aumentar a produtividade pela repetição e especialização...

Read More

Empreendedor – Networking ou Netweaving ?

Existe até livros que ensinam como conhecer gente, trocar cartão, marcar almoço/jantar e formar uma rede forte de relacionamento, o famoso networking.

Vou mostrar a você empreendedor que nesta nova onda de hiperconectividade você deve aprender a reaprender o seu pensamento sobre as relações sociais.

“Os analfabetos do século 21 não serão aqueles que não sabem ler e escrever, mas aqueles que não sabem aprender, desaprender e reaprender.” Alvin Toffler

Networking: Em termos a tradução é “rede de trabalho”. Quanto maior sua rede de trabalho, mais possibilidades você terá de colocação no mercado e de oportunidades de portas abertas para determinados fins, ou seja, a rede trabalha pra você.
Sem hesitar é uma rede comercial e de interesses pessoais.
Aqui pessoas são ati...

Read More

Por que vivemos na perspectiva do IMPROVÁVEL?

Por que estamos sempre na perspectiva do improvável?
Veja este vídeo de 1:43. Tan Hong Ming não acreditava que um dia “namoraria” Umi Qazerina e tampouco tinha coragem de se declarar. A partir de um encontro de diálogo entre os dois, ele descobriu que ela também gostava dele… O improvável se tornou provável!

Vivemos em um mundo principalmente neste século XXI em constante mudanças. Não há como não fazer esta transição de modelo. Charles Darwin dizia: “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças..”

Não acreditamos nas mudanças do nosso departamento, cultura organizacional, espaços de conviVência e todas aquelas ideias e inovações serão improváveis pois a culpa é do seu fulano, ciclano que é ignorante, obsoleto ou um nã...

Read More

De organizações EGOsistêmicas para ECOsistêmicas

Meu objetivo como empreendedor e agente futurista neste blog não é dar dicas superficiais de como empreender, tampouco discutir as “consequências” dos problemas organizacionais com a proposta de motivar profissionais com medicações de auto-ajuda ou histórias inspiradoras, mas a de identificar as “causas” dos problemas organizacionais, preparar as empresas para a transição do futuro (século XXI) e propor a reflexão propositiva e o diálogo como o meio para as soluções práticas inovadoras.

Vivemos hoje uma transição de modelo de poder e econômico motivado pelo novo Capitalismo Distribuído ou pela Terceira Revolução Industrial. A primeira e a segunda revolução foram baseadas em combustível fóssil e favoreciam estruturas centralizadas (top-down)...

Read More

O passo antes para aplicação da Gestão Colaborativa

Quando falamos que o problema do Brasil está na base, ou seja, na educação básica (crianças e jovens) queremos dizer que para o cidadão votar certo (tomar decisão – adulto) não é o meio (partidos e políticos) que devemos focar para mudar primeiro, mas sim no pensamento reflexivo das crianças e jovens em formação (Educação).
Um passo antes para compreender e gerar o impacto!

Este mesmo pensamento de didática refere-se também para qualquer implementação de modelo ou ferramenta inovadora para quebra de paradigma nas organizações. Existe um passo antes! Descobrir a causa para depois pontuar a consequência.

Ciência em Redes – Acupuntura para aplicação da Gestão Colaborativa
Imagina uma organização com aproximadamente 30 anos de existência, modelo tradicional e tecnici...

Read More

A falência dos líderes.

Parece papo de anarquista mas não é verdade. O conceito e a figura do “líder” está falindo no mundo dos negócios e demais estruturas sociais por uma nova evolução do homo sapiens na era psíquica pós-moderna.
Este artigo é uma reflexão com base em recentes escritos de Humberto Maturana, Ximena Dávila, Ignácio Muñoz & Patrício Garcia da Escola Matríztica sobre sustentabilidade.

O que mais observamos são as Escolas de Negócios, Universidades, Partidos políticos, Organizações religiosas, Cursos de Coaching, Literaturas de auto-ajuda preparando e despertando lideranças. Dizem que formam novos líderes para no futuro COMANDAREM empresas, negócios e os países, ou seja, pessoas capazes de encontrar a luz na escuridão e guiar a multidão.
A definição de líder pelo Wikipédi...

Read More

Quer criar uma Empresa em Rede? DESOBEDEÇA.

Esta semana fiquei me perguntando, quais os principais percalços de resistência da construção de uma empresa em rede?
Me peguei nesta linha de raciocínio.

A matemática como uma ciência exata diz que “A ordem dos fatores não altera o produto” (2×3=6; 3×2=6; 2+3=5; 3+2=5), ou seja, independente da POSIÇÃO ou ORDEM do número, o resultado vai ser o mesmo.

Agora nas ciências humanas “A ordem dos fatores ALTERA o produto”.
Por quê?

Mudar a POSIÇÃO (pessoa) da cadeia hierárquica afeta os resultados em uma sociedade que foi criada e hoje é 99% descentralizada.
Tem gente que não vive sem a verticalização. A horizontalização representa o mesmo nível que os demais, isso é péssimo! Mas e o sobrenome da família? Meus canudos de estudo? Minha indicação pelo fodástico?
Fomo...

Read More